quarta-feira, 8 de setembro de 2010

Feliz é o estúpido!

Feliz é o estúpido mesmo! Faz o que tem vontade, não dói a consciência, fica tudo uma beleza!

No trânsito:
Joga latas e cigarros pela janela do carro. Não toma conhecimento da faixa de pedestres, especialmente aquela em que não há farol: você tem que parar e aguardar o pedestre atravessar antes de continuar seu caminho. Que se danem esses folgados, mesmo que sejam mulheres, idosos ou crianças. Sinalizar para virar... pra quê? Vai virar de qualquer jeito!... Para o estúpido, todo caminho é caminho: pode andar devagarinho na esquerda, ou passar todo mundo pela direita. A buzina é um maravilhoso hino aos seus ouvidos. Buzina pra qualquer coisa: para o carro da frente, para a gostosa na calçada, para as borboletas voando por aí. E na falta da buzina, ainda tem o dedo médio, praticamente engessado pelo excesso de uso.

Daqui há pouco tem mais detalhes sobre a vida deliciosa e despreocupada do estúpido.

Nenhum comentário: