quinta-feira, 25 de março de 2010

Massacres

O mundo inteiro está condenado, perdido, naufragado em sangue.

O hilário da natureza humana é que exatamente aqueles que hoje são vítimas, serão os algozes de amanhã. E os algozes de hoje, serão as vítimas de amanhã. E aqueles que chorariam sobre seus corpos, sobre seus túmulos, são aqueles que novamente fariam tudo de novo, nessa espiral de morte que é a vida humana.

Quem escapa de um genocídio, cai diante da opressão do estado. E quem escapa da opressão do estado, cai nas mãos do criminoso, do assassino.

Não há nada errado com sistemas, com políticas, ou com a lógica de estado do bem comum. O que existe de errado, existe na própria natureza humana, mortal, diabólica, irremediavelmente perdida.

O que resta ao homem senão reconhecer sua pútrida condição? O que lhe resta senão buscar o ideal e a perfeição de um Deus supremo? Nada além de cinzas.

A única força capaz de mudar o mundo chama-se DEUS.
Pois o homem está completamente perdido.

Nenhum comentário: