sexta-feira, 13 de março de 2009

Sonhos reveladores...

O garoto acorda de noite chorando, o pai vai ver o que está havendo:
- Sonhei que tia Suzana morreu, pai.
- Ela está bem, filho, descnasa, dorme, relaxa tá?
No dia seguinte, morre a tia Suzana...

Na mesma noite o garoto acorda chorando de novo, aquele fuzuê. Lá vai o pai.
- Pai, sonhei que o vô morria.
- Relaxa, filhinho. Não aconteceu, nem vai acontecer nada.. vamos mimi, tá?
No dia seguinte, morre o vovô.

Nos dias que se seguem, acontece rigorosamente a mesma coisa com uma tia, dois primos e até com o cachorro. E não é que o garoto acorda chorando de novo?
- Agora eu sonhei que meu pai morria.. buááá
- Fica tranquilo, filho - enxugando o suor que brotou no rosto - é tudo coincidência.

O pai, obviamente, nem consegue dormir. Já dá a morte como certa! Mas amanhece, segue o dia, e nada demais acontece. No fim do dia, ao chegar do trabalho, porém, sua mulher comenta:
- Arnaldo, meu chefe morreu. Acredita? Tem 15 anos que trabalhamos juntos... como alguém pode morrer assim tão de repente.. esquisito né?

Nenhum comentário: