sexta-feira, 13 de março de 2009

Quando a culpa é o que menos importa

Duas amigas casadas, totalmente bêbadas, depois de voltarem de uma reunião com as amigas, sentiram uma vontade irresistível de fazer xixi. Pararam o carro próximo a um cemitério. Apavoradas e bêbadas, sem outra alternativa, decidiram descer e aliviar ali mesmo, dentro do cemitério.
A primeira foi, aliviou e então lembrou que não tinha nada para se secar. Pegou a calcinha, secou-se e a jogou fora. A segunda, que também não tinha nada para secar-se, pensou:
- “Eu não vou jogar fora esta calcinha de renda caríssima e linda”.
Então pegou a fita de uma coroa de flores, que estava em cima de um túmulo,e colocou para não molhar a calcinha.
No dia seguinte, um dos maridos ligou para o outro e disse:
- A minha mulher chegou ontem bêbada e sem calcinha. Terminei o casamento.
O outro:
- Você tem é sorte! A minha chegou com uma fita presa na bunda com a inscrição:
“Jamais te esqueceremos: Vagner, Moisés, Elias e toda a turma da faculdade.”

Nenhum comentário: