terça-feira, 3 de março de 2009

Onde estará?

Procura-se um homem responsável e sério, para se candidatar à vida política.

Procura-se esse homem, que ame esse País de tal maneira que consiga unir o sentimento e o entendimento das pessoas. Que tenha a virtude de expôr suas idéias antes das eleições, e a coragem de se manter fiel a elas depois de eleito.

Procura-se esse homem, que exponha ao justo julgamento os canalhas que sorrateiramente enganaram os simples e se elegeram a custa de benefícios, fama, concessões. Canalhas que têm procurado se perpetuar no poder colocando filhos, netos, sobrinhos, esposas... num tipo moderno de capitania hereditária. Canalhas sem estudo algum, e carregados dos mais tenebrosos crimes e que mesmo assim conseguem enganar a todos e entrar na vaga de representantes do sofrido povo!

Procura-se esse homem, que se preocupe com a relação deste País com as demais nações e que defenda com unhas e dentes sua posição no mundo, mas que também mantenha a mesma preocupação com a merenda daquela escolinha que fica lá no meio dos rincões mais distantes do nosso solo!

Procura-se esse homem, que não se entregue, nem a sua família, nem os seus líderes, ao sedutor aroma do capital abundante de grandes corporações, e dos interesses mais escandalosos que têm assolado a vida há tantas e tantas décadas, e que permanecem em tempo integral dispostos a lhe abarrotar a conta bancária e a vida de todo tipo de bens, conforto e riqueza, ao passo que milhares morrem à míngua numa fila de um hospital público infestado de sujeira e entregues ao descaso!...

Procura-se esse homem que tenha consciência que o dinheiro que ele administra não é dele enquanto homem público, mas dele e de todos os outros milhões de pessoas desse País, enquanto contribuintes. Homens e mulheres, líderes e seguidores, empresários e funcionários, cada um na sua função todos devedores e credores do estado. Portanto, um homem que saiba que não se pode admitir sanguessugas desse bem comum, não se pode aceitar a presença de criaturas execráveis que usurpam aquilo que não lhes pertence, que tenha coragem de combatê-las, e firmeza para condená-las!

Procura-se um homem que proteja essa nação, como se proteje a um filho, que ame essa nação e cuide dela como se ama e cuida da pessoa que mais ama. Que tenha atitudes coerentes e explícitas, nunca ocultas e misteriosas. Que não tenha medo de expôr suas idéias e defendê-las, nem de dizer o porquê de suas decisões.

Um homem que estará proibido de errar, quando esse "erro" ocorrer deliberadamente ou por conviniênca, mas que estará liberado para errar a vontade, quando seu erro for em decorrência da extrema vontade de fazer as coisas certas e tomar as melhores decisões, motivado pelo imenso amor por esse lugar e por esse povo!

Que esteja disposto e não tenha vergonha de entrar com o que têm, e sair no final rigorosamente com o mesmo que tem, exceto pelo seu nome na história deste País.

Nenhum comentário: