sábado, 6 de setembro de 2008

Não entendo

Um dia eu vi você, e o meu mundo se abriu
deu flores nas montanhas e águas no deserto
E eu me despertei, nao sei nem bem ao certo
Só sei que foi no dia em que você surgiu...

Não entendo direito o que meu coração sentiu
Que tudo que é perfeito me viera sem aviso
A tal felicidade... em forma de um sorriso
A mim, um ser perdido, entregue ao desvario...

Tremeram minhas mãos, meu coração rugiu
Caíram os impérios do homem forte e frio
Estremeceu a terra, o mar e o firmamento...

Guardo comigo olhar, cabelos e sorrisos
As coisas e os tempos tornaram-se imprecisos
Tudo isso, desde o dia em que você surgiu...

Um comentário:

saumensh. disse...

Estamos sempre guardando os momentos, os sorrisos...!

Obrigada pela visita!

voltarei :]