quarta-feira, 22 de agosto de 2007

Procura

E assim caminho
entre amor e medo
entre paz e choro
sonho e segredo
sem saber direito
se é real ou sonho
se é tenro ou bruto
se é doce ou medonho

Sem saber ao certo
se é fim, começo
se é raro o custo
se é caro o preço
sem saber ao menos
se é puro, pecado
se é justo, injusto
se é certo, errado

Sem saber notícia
se é triste mesmo
se a tristeza é breve
se ela vem a esmo
sem saber de nada
sem ser bem querido
Sem ousar meu grito
Ser sequer ouvido

E assim caminho
Entre rôtas rotas
entre espinheiros
entre linhas tortas
procurando abrigo
procurando pão
esperando o amigo
esperando a mão...

Um comentário:

solange disse...

"Procura" as vezes me pergunto se um dia vou encontrar o que procuro A "PAZ AMOR". mas sua poesia e lindaaa!! artista vc...bjssss