terça-feira, 5 de junho de 2007

Nada a ver

Tenho um cliente que me deve algumas mensalidades. Há algum tempo eu não ouvia nada muito inusitado - pois já ouvi coisas estranhas, absurdas e cômicas durante esses 15 anos em que trabalho no ramo.

Mas esse cliente inadimplente me falou uma hoje que colocou em dia minha agenda de coisas inusitadas algo de totalmente novo. Segue o diálogo:

(Cliente) - Oi, boa tarde..

(Nós) - Sim, boa tarde, pois não?

(Cliente) - Pois é peixe... A impressão da Nota Fiscal aqui está saindo meio desconfigurada... precisa entrar aí por fora e acertar aqui pra gente, peixe.

(Nós) - Certo, faremos o mais rápido possível, mas antes me diga... Vocês ainda não retornaram nossa comunicação sobre as mensalidades em atraso.

(Cliente) - Não.. eu sei , peixe. Já foi passado para o gerente...

(Nós) - Pois é Senhor, estamos impossibilitados de continuar oferencendo a vocês o serviço sem a contrapartida do pagamento, pois são muitas parcelas em atraso e mesmo com inadimplência continuávamos atendendo, compreende?...

(Cliente) - Ei, peraí... Eu preciso do sistema... Uma coisa não tem nada a ver com a outra!...


UMA COISA NÃO TEM NADA A VER COM A OUTRA

Ao ouvir isso eu descobri a fórmula para a solução dos problemas financeiros do mundo inteiro. Foi um tipo de... luz... sei lá!

O cliente vai ao médico precisando ser operado. O médico o opera, mas ele não paga, pois uma coisa não tem nada a ver com a outra. Mas o médico não fica magoado, pois ele sabe que tudo o que ele precisa para viver ele tem a disposição, a casa que ele (não) paga aluguel, a comida que ele pega no mercado (sem pagar, claro), o conserto do carro na oficina, etc...

Outro homem entra no mercado, enche o carrinho e sai sem pagar. Pagar por quê? Uma coisa não tem nada a ver com a outra! E assim por diante... Advogados, cabeleireiros, motoristas, vendedores e toda categoria de profissionais do mundo inteiro. Quem precisa de dinheiro? Quem? Ninguém!

Agora saia, compre, use, qualquer coisa que quiser. Nada tem custo - o custo das coisas e serviços é apenas virtual. E fique a vontade, porque você faz: mas farão com você também. Portanto lembre-se de manter sua empresa, cargo ou função funcionando: nada de ficar em casa de papo para o ar, pois você tem muitos clientes para atender, ok?

Nenhum comentário: