quarta-feira, 20 de dezembro de 2006

Voar

Passamos uma vida presos, qual pássaros em suas gaiolas!

Medo de amar, de olhar a vida de frente...

E naquele pequeno espaço, cantamos nossas dores e sonhos!

Muitas vezes, as portas de nossas gaiolas se abrem...

Mas permanecemos ali, acostumados, encolhidos as nossas vontades e sonhos!

Não tenha dúvida, à primeira oportunidade, vc deve alçar o vôo dos falcões,

Calma, confiante, determinado!

Ame sem medo, brinque um pouco com a vida!

Não tenha medo dos rochedos e sobre eles, estenda a sua asa corajosa de falcões!

Solte-se ao vento, e deixe-na, levá-lo ao sonho!

Como o Condor, tente enxergar as pequeninas coisas a sua volta e saber apreciá-las,

Dando um sentido novo a sua vida!

Não seja passarinho de gaiola, mas, Falcões e Condores do céu!

A cada dia existe uma renovação constante, e nunca um será como o outro...

Não há dores eternas, lágrimas eternas, perdas eternas!

Há sorrisos, esperando-lhe, dias de sol, o abraço dos amigos,

Dos filhos e tantos sonhos lindos!

Um amor lhe espera, para com você,

Voar, voar...

Porque a vida é um recomeçar diário de um vôo!

E gaiolas não foram feitas para pássaros....

Tão pouco para Falcões!

Autor desconhecido.

Valores

Este é o meu primeiro post após quase um mês, em que minha vida mudou para sempre.

Neste período aprendi...

... que há pessoas a quem você atribui o maior valor que se revelam seus algozes
... que há pessoas que você julgava inocentes que se mostram culpados
... que há pessoas que você julgava te amar, que na verdade desejam seu fim
... que há pessoas por quem você daria sua própria vida, que se mostram indignas da sua própria
... que há pessoas em quem você confia que não são merecedoras dessa confiança
... que há pessoas que carregam maldições através da vida sem nunca conseguir se livrar dela
... que há pessoas que na aparência são virtuosas mas que se revelam podres como túmulos.

Mas também...

... que há pessoas que você mal conhece que se mostram seus maiores amigos
... que há pessoas que você julgava fracas que se revelam fortes
... que há pessoas a quem você não valorizava que são nobres por excelência
... que há pessoas que você julgava distantes que estão pertinho de você, na verdade

E que vale muito mais a virtude do que os defeitos.
E que vale muito mais a honra do que a leviandade.