domingo, 5 de novembro de 2006

amor

O amor é minha fonte de vida
Minha fonte de inspiração
O próprio ar que eu respiro.

As coisas que eu vejo no cotidiano,
Consigo enxergar nelas o toque do amor.

Nenhum comentário: