sexta-feira, 13 de outubro de 2006

morte

Coisa nojenta, a morte...
Coisa podre.
Radical, intolerante.
Arranca sonhos,
despedaça almas,
interrompe amores...
Odiada de todos,
não se importa...
Arrogante,
estúpida,
grosseira...
Maldita.
Um dia maldita morte
Você também conhecerá sua derrota...
Maldita!

Nenhum comentário: