terça-feira, 25 de julho de 2006

megasena

E o ganhador da Megasena é um sujeito aqui de Cuiabá que, sozinho, faturou 28 milhões de reais.

Não se deixe enganar com sonhos utópicos do pobre manezinho que tirou seus últimos reaizinhos na esperança de ganhar alguns trocados e acabou se tornando o milionário da vez.

É que provavelmente é o contrário: um magnata, já devidamente endinheirado, que apostou um monte de grana numa lotérica e acabou vendo diminuídas as chances de não ganhar - ou aumentadas as chances de ganhar (como queira). E ganhou.

O fato é que é curioso quando um sujeito da mesma cidade em que você vive, ganha tanto dinheiro. Se por um acaso do destino o cara for mesmo um pé-rapado, basta um pouquinho de sabedoria, e ele se torna o novo papa dos imóveis da cidade. Ou das fazendas. Ou que se dane a cidade. Que se dane até mesmo o Brasil.

A sensação é de que a sorte passou tão pertinho, tão pertinho, que se qualquer um de nós estivesse mais atento só um pouco, a pegaria pelas penas.

Mas o fato é que, para cada número que o camarada riscou no seu jogo vencedor, vários e vários milhões de outros números concorreram, o que nos reporta à nossa fútil realidade, a de que um monte de gente fica dando dinheiro, todo o mês, para um ou dois "sortudos".

(OBS - "sortudo" - Entenda-se por sortudo todo aquele que não manipula as probabilidades ao custo de alguns milhões).

Nenhum comentário: